Fotografia – Lentes antigas – M42

Estive a rever as mensagens sobre lentes manuais depois de algumas perguntas sobre lentes manuais e adaptadores. Foi então que reparei que falei bastante sobre as lentes e adaptadores FD da Canon mas não falei muito sobre as lentes que uso e os seus adaptadores.

As lentes manuais antigas que uso são de “encaixe” M42, o que tem este tipo de encaixe de bom em relação às nossas máquinas fotográficas?

Bem… São boas noticias para quem tem uma Canon, más para quem tem máquinas fotográficas de outras marcas como a Nikon, Sony entre outras… Já vamos ver mais à frente o porquê, não julguem que é por preferências….   É mesmo devido a algumas características das próprias máquinas…

Mas voltando ao tema do encaixe M42…. Este é provavelmente um dos melhores e mais baratos tipos de lentes antigas, tanto no preço das lentes como o dos adaptadores.

As desvantagens do tipo M42 é o mesmo de todas as lentes antigas manuais, é termos que fazer todo o trabalho de escolha da abertura, zoom e foco manualmente.

As vantagens são enumeras…

  • As lentes são baratas pois têm uns bons anos….
  • Os adaptadores não necessitam de óptica, ou seja não necessitam de nenhuma lente. Por isso a qualidade é a da lente.
  • Estas lentes têm mais qualidade do que as lentes de media e baixa gama que temos hoje em dia.
  • Estas lentes estão preparadas para filme de 35mm.
  • Como são preparadas para filme de 35mm proporcionam distancias maiores que o normal nas máquina que têm sensores inferiores à medida de 35mm, ou seja por exemplo nas Canon não equivalentes a sensores de 35mm a distancia das lentes é multiplicada por 1.6. Assim uma lente de 50mm fica com 80mm. (Podem ler um pouco mais deste assunto em Fotografia – Sensores Full Frame ou croped?)

Esta ultima característica deixa-me a pensar… Ok, se os milímetros mudam devido a não ser uma lente de 35mm e então a abertura? Como a lente está preparada para 35mm a abertura não é maior que o que escolhemos? Pois, a essa pergunta não sei responder…..

Neste momento tenho três lentes com encaixe M42 e dois adaptadores.

  • Uma Asahi Super-Takumar 50mm 1.4 (Onde iria eu arranjar uma lente de 1.4 tão barata)
  • Uma Carl Zeiss Jena DDR 135mm 3.5 (A lente que mais uso de todo o meu material…)
  • Uma Pentax 29mm 2.8 (É engraçada para testes… foca a um palmo…)

Os dois adaptadores são adaptadores com chip básico de aviso de foco. Vamos lá ver o que isto quer dizer….

Existem dois tipos de adaptadores, os com chip e os sem chip.

Adaptador M42 sem chip

Adaptador M42 com chip

Na esquerda está um adaptador sem chip, é apenas o encaixe normal da Canon de um lado para poder encaixar na máquina fotográfica e do outro lado tem o encaixe M42 que é de rosca. Tem apenas uma pequena altura para que fique com a distancia correta do sensor.

Na direita está um adaptador com chip.

Qual a diferença entre os dois?

Bem, o com chip proporciona mais opções como por exemplo:

  • O que não tem chip pode originar alguns problemas porque a máquina julga não ter nenhuma lente. O chip finge que está uma lente normal mas com foco manual.
  • O chip dá um aviso quando temos um objeto focado num dos pontos de foco. Sim, o mesmo “beep” que ouvimos nas lentes normais quando temos um objecto focado nos pontos de foco.
  • Existem várias versões de chips mas todos têm as características anteriores. Algumas versões mais recentes dos chips têm mais algumas particularidades como por exemplo podemos guardar a informação na fotografia de qual a abertura usada. Mas temos que alterar na manualmente na máquina fotográfica para que a abertura da máquina corresponda a abertura da lente. Os chips mais antigos como os meus, dão a informação que a lente está sempre com abertura de f2, independentemente da abertura da máquina fotográfica.

Qualquer das razões é melhor usarem sempre um adaptador com chip, pois só o facto de nos ajudar a focar já merece todo o dinheiro gasto, pois os com chip podem custar duas a três vezes mais do que os sem chip.

Agora vou falar sobre o porquê das máquina fotográficas da Canon serem as melhores para todo o tipo de adaptação e principalmente para as M42.

Distancia da lente
ao sensor
 Foca o infinitoconfirma foco
Canon 44SimSim
Nikon 46.50NãoSim
Sony 45.46SimNão
M42 45.46

Ora o que quer dizer esta tabela?

Bem, neste caso queremos usar lentes M42 que usam uma distancia do sensor (Naquele tempo não havia sensor… era mesmo filme) de 45.46mm e se pensarmos que temos que usar um adaptador o que já por si vai ocupar espaço reparamos que a mais adequada é a Canon pois a distancia que usa é inferior o que deixa 1.46mm para o nosso adaptador. É precisamente essa distancia que o adaptador tem para que fique na distancia certa.

Por sua ver a Nikon tem uma distancia superior não proporciona assim a focagem do infinito. A Sony apesar de ter posto que não confirma foco, ela confirma foco o que acontece é que muitas das vezes essa confirmação é errada…

Na minha opinião para quem queira testar, acho que é uma excelente alternativa. A qualidade das lentes é excelente. Desde que a lente não esteja em más condições, como por exemplo com sujidade no interior e com fungos nas lentes. Por exemplo para quem quer fazer macros com objectos parados estas lentes tem muita qualidade e conseguimos arranjar lentes rápidas a bom preço.

Podem consultar algumas das minhas fotografias com as minhas lentes M42 na galeria de lentes manuais ou no fórum de lentes manuais.

Espero ter ajudado…

Até já e
Boas fotos.

Acompanhe e partilhe:

12 comentários

Novo Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *