Fotografia – Balanço de brancos

Já repararam na fotografias que em muitos dos ambientes os “objectos” tendem a ficar com cores diferentes do normal… Tipo tiramos fotografias de noite e tudo tende para ficar um pouco amarelado ou alaranjado.

Isto tem a ver com balanço de brancos que é efectuado pela máquina fotográfica.

Ora olhando primeiro para as nossas máquinas fotográficas, encontramos em quase todas algum menu para escolhermos qual o tipo de iluminação que estamos a usar. Geralmente é apresentado sob a forma de símbolos relacionados com tipos de lâmpadas e tipo de dia (se céu limpo ou nublado).

Balanço de brancos - Símbolos

Nas máquinas da Canon os símbolos são praticamente iguais em todos os modelos.

Mas o que é o balanço de brancos? Mas entendendo melhor o porquê de as imagens ficam com tonalidades diferentes do normal…. 

Vamos lá ver um exemplo que todos conhecemos, de noite as luzes de muitos candeeiros é amarelada ou alaranjada… Estas tonalidades são captadas e intensificadas pela máquina fotográfica pois a máquina capta mais essa diferença de tonalidade do que os nossos olhos. Existe também outro factor, a maquina fotográfica tenta encontrar o ponto mais claro (que julga ser um ponto branco) para daí calibrar todas as cores e tonalidades. Ora se a luz que está a iluminar a “cena” produz luz que não o branco, então a cor base que deveria ser branca nunca o é, tornando a calibração de cores nada correcta. Então a máquina usa o ponto mais claro e mais escuro para tentar dar as tonalidades correctas à fotografia, se o ponto mais claro não é totalmente branco as tonalidades de toda a fotografia tendem para não estar correctas.

Aqui vou vos mostrar uma imagem não calibrada e uma imagem calibrada.

Imagem - Balanço de bracos - não corrigido 

Esta fotografia foi tirada de noite na secretária do computador, só tinha um pequeno candeeiro que produzia luz um pouco amarelada, não foi feita qualquer correcção… Apenas peguei na máquina e “disparei”. É apenas uma pen usb que tinha à mão com uma folha de papel branca por traz. Podem ver que o papel não ficou branco nem as letras da pen.

A calibração pode ser feita através na máquina fotográfica na escolha de qual o tipo de luz que estamos a usar, mas pode não ficar perfeito mas ajuda um pouco, pois cada tipo de luz que escolhemos na máquina fotográfica tem parâmetros definidos automaticamente, esses parâmetros são os que a máquina fotográfica, ou melhor, são os parâmetros que os fabricantes julgam ser os ideais para ajudar a calibrar as fotografias em determinadas fontes de luz do mesmo tipo. Quando estou a falar do mesmo tipo estou por exemplo a falar de lâmpadas do tipo florescente, do tipo incandescentes, néon, led, entre outras. Mas na realidade não é assim, todas as lâmpadas não produzem a mesma intensidade e temperatura de luz, independentemente de serem do mesmo tipo. Mas nem todas as fontes de luz são provenientes de lâmpadas, o sol também é uma fonte de luz e que melhor exemplo…. O sol não produz a mesma intensidade e temperatura de luz a todas as horas e todos os dias…

De qualquer das formas, a escolha de uma fonte de luz nos menus da máquina fotográfica ajuda a corrigir um pouco esse “problema”.

Outra das maneiras e tirarmos fotografias a objectos totalmente brancos, preenchendo a imagem por completo. Depois “ensinar” a máquina de foram a que saiba que a fotografia que tiramos antes deveria ser totalmente branco… Assim ele calibra as cores das fotografias com base na fotografia que tiramos em branco.

Existe ainda um senão. Se tirarmos uma fotografia a uma “imagem” onde não exista branco… O que pode acontecer?

A máquina vai à procura do ponto mais claro e pensa que é branco, assim todas as cores da fotografias podem ficar mais ou menos intensas ou com cores aproximadas. É engraçado que basta tirarmos a fotografia à mesma imagem mas desta vez metermos um objecto branco na “cena” para tudo ficar corrigido. Isto pode acontecer em pleno dia por mais perplexo que possam pensar, se a imagem em pleno dia não tiver nada branco as cores e tonalidades podem não ficar o mais exactas que possível.

Estes foi o resultado depois de calibrar a máquina fotográfica para o ambiente onde estava a tirar a fotografia.

Imagem - Balanço de Bracos - Corrigido

Desta vez, já ficou um pouco mais aproximado da realidade, apesar de aparecer com uma sombra azulada. Assim com o balanço de brancos correcto podemos ter as cores e tonalidades o mais aproximadas da realidade em qualquer situação.

Na próxima mensagem vou explicar como podem fazer para corrigir o balanço de brancos…

Até já e….

Boas fotos…

Acompanhe e partilhe:

8 comentários

Novo Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *