Fotografia a concertos

há uns dias atrás o Vallim perguntou que lentes aconselhava para shows e foi assim que me comecei a escrever esta mensagem. Não me posso considerar um expert nesta área mas posso explicar um pouco do que sei e conheço.

Eu e meus amigos mais ligados à fotografia sempre tivemos curiosidade em saber qual o equipamento que os fotógrafos profissionais usavam nos eventos, concertos, shows e afins…

Foi então que por portas e travessas conseguimos arranjar fotografias em “bruto” tiradas por fotógrafos profissionais em concertos. Não vou meter exemplos aqui pois não ficamos com nenhuma, só quisemos saber quais as características das fotografias… Tipo, marca da máquina fotográfica, modelo da lente, qual a abertura , qual o tempo de exposição, que ISO usam, etc….

As únicas fotografias de concertos que tenho são de um concerto dos Da Weasel em Azambuja. Nesta altura tinha a máquina fotográfica à pouco tempo e a única lente que tinha era a 18-55mm da Canon que vem com a máquina fotográfica.

Concerto - Da Weasel - Azambuja

Como podem ver estava bastante longe do palco, mas mesmo assim com a fraca lente 18-55mm até não ficou mal.

Como ISO tive que meter o máximo 1600, devido à luz que existia no momento consegui um tempo de exposição de 1/125s. Se ampliar a imagem notasse  muito grão nas partes escuras da imagem, devido à elevada ISO.

 

Mas voltando ao assunto e como nenhum evento é igual vamos começar por ver algumas diferenças. Não quer dizer que sejam sempre tal como estou a descrever, mas é só para ficarem com a ideia que nenhum evento será exactamente igual. Por exemplo:

 

  • Se estiverem num grande concerto.
  • Podem estar a diferentes distancias pois os profissionais tem lugar “cativo” mesmo à frente do palco, nós podemos estar em qualquer lado. Por essa razão é sempre preferível arranjarmos uma distancia mais ou menos standard para o material que temos, se temos uma lente onde podemos estar a uma distancia razoável do evento aproveitamos essa posição, depois podemos corrigir de concerto para concerto…
  • Num concerto dificilmente conseguimos usar um tripé ou monopé, temos demasiadas pessoas à nossa frente e se conseguimos ir mesmo para a fila da frente, temos tantas pessoas a querer lá chegar que dificilmente conseguimos ter o tripé parado…
  • Temos também o factor luz, muitos dos concertos se não todos, têm grandes variações de luz, que por um lado podemos usar a nosso favor mas por outro podem estragar o nosso trabalho, isto também pode influenciar a nossa localização perante o que queremos fotografar.
  • O uso de flash é escusado, se não estivermos na fila da frente a luz do flash não chega aos objectos que queremos tirar. Por isso desliguem o flash, só vai influenciar a máquina fotográfica pela negativa.

 

  • Em eventos, shows e pequenos concertos.
  • Geralmente temos mais facilidade em arranjar uma localização do nosso agrado para fotografar.
  • Podemos ter mais facilidade em conseguirmos uma localização onde possamos usar tripé, de qualquer das formas não se esqueçam que o tripé limita um pouco… cada vez que tenham que mover a máquina fotográfica demoram mais tempo do que se usassem a maquina fotográfica livremente à mão.

 

Mas antes de falar sobre o equipamento que os fotógrafos profissionais usam, vou vos dizer os meus conselhos sobre o assunto:

  • Andem com a máquina na mão. Têm muito mais liberdade de acção, com tripé e monopé ainda é demoroso alterar a direcção da maquina fotográfica. A não ser que tirem fotografias ao palco / acção por inteiro, se querem fotografar intervenientes no concerto, show ou evento e estão a pensar que esses intervenientes não se vão mexer então encontraram um evento bom para dormir. Laughing Com a máquina na mão estão sempre preparados para qualquer acontecimento. Na altura de tirarem fotografias tentem não se mexer para que a foto fique boa.
  • Flash é para esquecer, a não ser que esteja bastante perto do “acontecimento” e que seja permitida a utilização do flash… Tentem saber isso antes do concerto, se não, podem ficar sem a máquina fotográfica o que não é nada bom… Cry
  • Tentem arranjar lentes rápidas com o mínimo de f3.5 o que já é muito para alguma ocasiões, tentem sempre captar com aberturas abaixo ou igual a f3.5.
  • Tentem fotografar sempre com o mínimo de tempo de exposição, tipo acima dos 1/120s mas isso depende um pouco da distancia que estão a usar. Quanto menor for o tempo de exposição mais detalhada fica a fotografia, mas também não tente exagerar, 1/160s e 1/200s são tempos de exposição excelentes se não houver muito movimento e não tiverem um zoom exagerado. Leiam a mensagem sobre Velocidade de disparo
  • Em condições de pouca luz tentem sempre usar uma ISO alta, mas atenção ao grão que a ISO produz, por exemplo no meu caso a minha máquina tem a possibilidade de fazer uma ISO ente os 100-1600, mas se não quiser ter praticamente grão tenho que ir só até aos 400 de ISO, nos 800 de ISO já sei que vou ter um pouco de grão, aos 1600 fica uma fotografia cheia de grão.

 

Agora falando um pouco sobre as fotografias de concertos que vi feitas por profissionais de fotografia… Antes de mais, toda a informação de que vos vou falar foi obtida nas propriedades das fotografias. Se reparem nas propriedades das vossas fotografias, aparecem campos como a informação de qual é a máquina fotográfica, em alguns casos se a máquina conseguir identificar qual o modelo e marca da lente, a que distancia foi tirada, qual a abertura usada, qual o tempo de exposição, que ISO foi usada, etc… Algumas hoje têm a possibilidade de dar as coordenadas geográficas da localização da fotografia…

Então pegando nessa informação, posso dizer que esses fotógrafos em questão usavam máquinas fotográficas de topo da marca Canon, usavam o modelo 1D. Estas máquinas são full frame, o que já por si deixam entrar mais luz que as outras máquinas… o que é ideal para este tipo de fotografia.

As lentes que usavam eram uma de 14mm e 200mm, e tiravam fotografias com aberturas de f2.8. Que são aberturas grandes onde entra bastante luz. A ISO que usavam rondava os 2000 não sei precisar o numero certo, mas lembro-me de ter reparado que andava na casa dos 2000.

Esta ultima informação foi só para vos elucidar pois acredito que o equipamento em questão fosse muito acima dos 5000€…..

Boas fotos,

e até já….

Acompanhe e partilhe:

3 comentários

Novo Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *